sábado, 13 de março de 2010

Hematomas e Lesões

Olá pessoal!!

Depois de algum tempo, estou aqui de volta dessa vez para falar um pouco sobre as lesões que os esportes podem causar e como evitá-las/tratá-las.

Antes que venham as críticas, não vou falar só sobre Kung Fu. Por enquanto vamos postar coisas mais descontraídas mesmo. Afinal, a realidade de quem pratica um esporte não é só filosofia... Bom, vamos ao que interessa!

O Kung Fu é uma arte marcial que exige muito esforço físico, mas por incrível que pareça, a maioria das pessoas que eu conheço se machucam fora dos treinos, principalmente jogando futebol (já passei por isso).

Hematomas são muito comuns e são causados pelo rompimento de pequenos vasos sanguíneos nas camadas mais externas da pele. Isso acontece quando há algum choque contra o corpo e por isso são tão comuns.
Infelizmente são super difíceis de disfarçar com maquiagem. Eu, como sou bem branquinha e não tenho dó de descer o braço nas aplicações, sempre estou cheia deles e sempre tem alguém pra perguntar o que fizeram comigo! hehehe.. minha mãe costuma dizer que eu visitei o namorado no presídio =P
Então, a melhor maneira de fazê-los desaparecer mais rápido é colocar gelo no local, de preferência logo após o choque e várias vezes por dia. Como nem sempre isso é possível, eu aconselho usar pomadas próprias para hematomas que são vendidas nas drogarias.

Há quem diga também que fazer calejamento ajuda bastante a não aparecerem hematomas.

Outro tipo de lesão comum no Kung Fu são as lesões no joelho, principalmente no início dos treinos. Vale a mesma recomendação: gelo!! Além disso, descansar um pouco e não pegar tão pesado nos treinos nos dias seguintes à lesão vai ajudar a não piorar o caso.
As lesões no esporte em geral ocorrem devido a fatores físicos, como desequilíbrios musculares, traumas ortopédicos, treinamento excessivo e fadiga física. Por isso, é importante maneirar um pouco e aceitar as limitações do próprio corpo.

Lí um artigo bem interessante em no site Portal da Educação Física que fala sobre os reflexos psicológicos que as lesões podem causar no indivíduo que as apresenta. Outras recomendações que eles citam são as seguintes:
1) Interprete corretamente os sinais e o ritmo de seu corpo;
2) Aceite e lide positivamente com a situação;
3) Concentre-se em treinamento de qualidade;
4) Respeite seus limites e estabeleça metas palpáveis;
5) Procure e use todos os recursos médicos disponíveis e procure por aqueles com quem sinta empatia e confiança;
6) Treine habilidades mentais – auto-controle, auto-confiança, motivação;
7) Inicie/mantenha uma atmosfera de envolvimento competitivo.

Ainda não existe conclusão sobre o benefício do alongamento na prevenção as lesões. Alguns especialistas no assunto dizem que um bom aquecimento é mais eficaz na prevenção das lesões do que o próprio alongamento. Os profissionais da área recomendam que os alongamentos sejam realizados de acordo com o bem-estar dos praticantes, tanto que não há nenhuma evidência de que o alongamento vá causar danos.

O alongamento como rotina de aquecimento deverá ocorrer principalmente se você praticar algum esporte que exija flexibilidade (nosso caso), pois é preciso garantir uma excelente amplitude de movimento ao redor das articulações.
Também é recomendado que o alongamento seja realizado após os treinos, pois o músculo pode perder um pouco da sua força logo após o alongamento devendo ser evitado antes da competição. Recomenda-se que se o alongamento acontecer antes do treino, ele deva ser acompanhado do aquecimento.

Uma boa condição aeróbica também pode evitar o aparecimento das lesões, uma vez que os músculos precisam de oxigênio para produzir energia e se estressam mais facilmente se não tiverem o aporte correto de oxigênio. A falta dele produz uma substância chamada de ácido lático, que causa aquela dor no dia seguinte à um treino mais pesado.

Então, a melhor coisa para um bom treino é respeitar seus limites, não ficar muito tempo sem treinar para não perder o fôlego e descansar bem quando for necessário.

Até mais, pessoal!

Beijos,
Tati
Ocorreu um erro neste gadget